Dois a Rodar

“Uma das primeiras músicas que compus ao piano, depois de retomar os estudos interrompidos por anos. Ela tinha uma pretensão jobiniana originalmente. Falar em pranto cedendo, e salões onde se pode rodar e rodar, hoje me parece um pouco uma tentativa de soar mais adulto do que eu era. Mas gosto da idéia geral da música e da letra. Recentemente, percebi que copiei um pouco a música Minha Voz, Minha Vida, do Caetano, nessa letra. Lá, ele diz lindamente: ‘por ser feliz / por sofrer / por esperar / eu canto / pra ser feliz / pra sofrer / para esperar / eu canto’. E eu soltei esse meu ‘se era só por sofrer / pra cantar / pra sofrer / por cantar / eu te entrego essa minha canção’. Fica como uma homenagem involuntária a um mestre.”
Mauro Motoki

—————————————————-

Bateria: Vlad Rocha
Guitarra: Habacuque Lima
Guitarra, Voz e Teclado: Mauro Motoki
Voz: Vanessa Krongold
Baixo: Edu Filomeno